Padres

Padre Cristiano Francisco de Assis (SCJ)

Pe. Cristiano Francisco de Assis, nasceu no dia 29 de março de 1976, na cidade de Formiga-MG, Centro Oeste mineiro. É uma cidade especial e com uma marca religiosa muito forte; mais de 70 jovens já foram ordenados sacerdotes na Paróquia São Vicente Férrer. É filho de Diocésio Francisco de Assis e Conceição Maria de Assis, irmão de Dilcélio Francisco de Assis, Célio Francisco de Assis e Adriano Francisco de Assis. Todos os três irmãos estão casados e atuam como coordenadores nas pastorais e movimentos nas comunidades da Paróquia São Vicente Férrer, em Formiga-MG. A família de Pe. Cristiano tem fortes laços religiosos, afetivos e bem estruturada.

Foi educado na fé católica, desde criança, pelo testemunho da vivência dos pais e das avós materna e paterna. Pe. Cristiano foi batizado, em 24 de abril de 1976, na Paróquia Matriz São Vicente Férrer, em Formiga-MG. Em 1984 recebeu a Primeira Comunhão na Comunidade Nossa Senhora do Rosário. No dia 26 de junho de 1993, recebeu o Sacramento da Confirmação pelas mãos de Dom Eurico dos Santos Veloso, Bispo da Diocese de Luz.

A vocação foi identificada quando tinha 9 anos de idade, durante missão dos Padres Redentoristas. Minha vida seminarística teve início, aqui, na cidade de Lavras, no Seminário Dehonista, em 1994. O diretor no seminário na época era Pe. Aurélio Pereira, scj. Fez o 2° e 3° ano do Ensino Médio, no Colégio Nossa Senhora de Lourdes. Terminando o tempo de seminarista em Lavras, fui para a próxima fase formativa na cidade de Curitiba-PR.

Lá viveu a etapa do seminarístico chamado Postulando, tempo de preparação para ingressar no Noviciado,  realizado durante o ano de 1996, na cidade de Curitiba-PR, na Vila Hauer, no Instituto São João. Nesse período, teve a oportunidade de exercer trabalhos pastorais de evangelização e catequese, nas periferias da grande Curitiba. No ano seguinte, em 1997, viveu o período de Noviciado, em Jaraguá do Sul-SC, local de espiritualidade do Sagrado Coração de Jesus e do carisma dehoniano. Em 02/02/1998 e aconteceu à primeira profissão religiosa, na Paróquia Nossa Senhora das Graças, na Barra do Rio Cerro, em Jaraguá do Sul-SC. Na celebração Eucarística, Pe. Cristiano e mais 15 jovens professaram os primeiros Votos Religiosos de Castidade, Pobreza e Obediência na Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus. Em 2016, no dia 2 de fevereiro, celebrou 18 anos de Vida de Consagração a Deus. Fez graduação em Filosofia Pura pela UNIFEBE, Centro Universitário de Brusque-SC, nos anos de 1998 a 2000.

Nesse mesmo período, exerceu trabalhos pastorais nas comunidades Steffen (Comunidade N. S. Aparecida) e Volta Grande (São João Batista), pertencentes à Paróquia São Luiz Gonzaga, de Brusque-SC.

Nos anos de 2001 a 2002, como Frater, no período de Tirocínio (estágio pastoral), foi designado para auxiliar na formação com o Pe. Carlos Marcos Nicolodelli e o Fr. Vicente Beur, na “Escola Apostólica São Judas Tadeu” (Seminário menor), na cidade de Terra Boa-PR, Noroeste do Paraná. Entre 2001 e 2002, fez pós-graduação em Comunicação Social, pela Universidade São Francisco em São Paulo Capital.

Morou no Convento Sagrado Coração de Jesus, na cidade de Taubaté-SP e iniciou os estudos teológicos na Faculdade Dehoniana, nos anos de 2003 a 2006 e, ao mesmo tempo, trabalhou como coordenador do Departamento de Sistema e Informática da Faculdade Dehoniana.

Professou os votos perpétuos de Castidade, Pobreza e Obediência, no dia 18 de Fevereiro de 2006, na Comunidade Nossa Senhora de Fátima da Paróquia Sagrado Coração de Jesus, em Taubaté-SP. Foi ordenado Diácono, em 19 de Fevereiro de 2006, na Paróquia Sagrado Coração de Jesus, pela imposição das mãos de Dom Carmo João Rhoden, scj, Bispo da diocese de Taubaté-SP.

Em 2006, exerceu o Ministério Diaconal, aos finais de semana, trabalhando na Paróquia São José, no Bairro de Americanópolis, em São Paulo, Capital.

E, no dia 16 de Dezembro de 2006, fui ordenado PRESBÍTERO da IGREJA (Sacerdote) pelas mãos de Dom Antônio Wagner da Silva, scj, Bispo da Diocese de Guarapuava-PR. O lema escolhido o inspira e motiva até hoje na vida e no ministério: “Tudo posso Naquele que me Fortalece” (Filipenses 4, 13).  Primeiro trabalho como padre, foi realizado como Vigário na Paróquia Nossa Senhora de Aparecida, em Tapurah-MT, nos anos de 2007 a 2008, atendendo, também, os municípios de Ipiranga do Norte-MT (Comunidade Nossa Senhora de Aparecida) e o município de Itanhangá-MT (Paróquia Santíssima Trindade). Nesse mesmo período, foi diretor espiritual dos Seminaristas da Filosofia da Congregação e da Diocese de Diamantino em Cuiabá-MT. Os primeiros anos de missão, no estado do Mato Grosso, foram marcados por muitos desafios: distância das localidades para chegar até as comunidades, a “assombrosa” dengue que quase me tirou a vida, acidentes na estrada e grandes temporais nas estradas precárias e de difícil acesso para transitar, dentre outros. Entre medos, choros e lágrimas, acolheu todos esses acontecimentos como aprendizado, provação e superação para a vida. Mas teve momentos de muitas alegrias e conquistas junto ao povo de Deus nessas comunidades.

E, no ano 2009, foi nomeado Diretor no Seminário Padre Dingler e Pároco da Paróquia São Pedro em Novo Horizonte do Norte-MT. Teve que reorganizar as atividades pastorais dessa paróquia; iniciamos ECC (Encontro de Casais com Cristo), construiu junto com o povo a nova igreja, o centro de eventos (Salão Paroquial) e tantas outras obras que foram realizadas. E no seminário no ofício de formador, diretor espiritual e professor, juntamente com os fratres colaboradores dessa missão, cuidou dos jovens seminaristas, neste convívio vocacional. No período de férias, no ano de 2009 a 2010, fez pós-graduação em Formação Humana-Pisco-afetivo (Curso para Formadores de Seminário) na Faculdade Dehoniana em Taubaté-SP.

E, no ano de 2011 a 2012 foi nomeado Vigário Forânico da Forania de Juara, e, no período de agosto de 2012 a janeiro de 2013, fui nomeado por Dom Gentil Delazari, Administrador Paroquial da Paróquia Nossa Senhora dos Navegantes na cidade do Porto dos Gaúchos-MT.

E, em 2015, fui transferido para a cidade de Lavras-MG, onde trabalho como Pároco na Paróquia Sant’Ana. Em 8 de fevereiro de 2016, recebeu das mãos de Dom Célio Oliveira Goulart, a posse como Pároco da Paróquia Sant’Ana de Lavras.

 

VIGÁRIOS PAROQUIAIS

Vigários paroquiais são os sacerdotes que unidos ao Pároco trabalham em uma Paróquia.  A Paróquia Santana de Lavras conta atualmente com os seguintes padres dehonianos:

 

COMUNIDADE RELIGIOSA SCJ QUE ATUAM NA PARÓQUIA SANT’ANA

Nome Nascimento Profissão Ordenação Telefone
Pe. Cristiano Francisco de Assis 29/03/1976 02/02/1998 16/12/2006 98853-5348
Pe. Maurício Messias de S. Leão 03/11/1947 21/06/1974 11/12/1976 99105-0780
Pe. Carlos Jorge dos Santos 29/12/1951 26/06/1992 13/12/1986 99911-1113
Pe. Reginaldo José Sturion 19/03/1981 15/01/2010 16/01/2016 99132-7800

COMUNIDADE RELIGIOSA SCJ QUE ATUAM NA FAZENDINHA

Nome Nascimento Profissão Ordenação Telefone
Pe. Aurélio Pereira 22/01/1961 02/02/1981 09/12/1989 (35) 3867-1122
Pe. Marcelo Martins 22/01/1963 15/01/2005 02/06/2012 99750-2071
Fr. Luciano dos S. Silva 24/03/1983 15/01/2017

COMUNIDADE RELIGIOSA SCJ QUE ATUAM NO SEMINÁRIO DEHONISTA

Nome Nascimento Profissão Ordenação Telefone
Pe. Anderson R. de Paula 27/06/1982 15/01/2010 19/12/2015 3822-4605
Pe. João Batista Máximo 25/08/1977 02/02/2001 17/01/2009 3822-4605
Pe. Guido José Kievel 12/06/1948 02/02/1970 13/12/1975 3822-4605
Fr. Jean Chaves Neves 19/09/1991 15/01/2016

 

Deixe uma resposta